Projecto Hollywood

Entre a autarquia de Portimão e a Algarve Film Comission foi criada uma parceria de onde nasceu o projecto “Picture Portugal”, que já tem em marcha vários projectos cinematográficos. O objectivo deste projecto é colocar Portimão na rota das grandes produções cinematográficas. Este inclui um grande estúdio que depois será dividido e 11, um water-tank (onde serão gravadas cenas aquáticas e sub-aquáticas), um parque temático sobre cinema e automobilismo e outros equipamentos de apoio. O empreendimento será construído num terreno de 150 hectares, junto ao Autódromo e, será concedido pela autarquia. Este será denominado de “Media Park”, que está a ser negociado com a companhia norte-americana Universal Studios.

Uma das vantagens deste projecto é o facto de “a viagem de Nova Iorque para Lisboa ser mais rápida do que para Los Angeles”, o que facilita a participação da CBS Paramount, diz o vice-presidente Lynn Fero. Outra das vantagens referidas é a de que, no Algarve, e em Portugal há um imenso manancial de cenários naturais, o que permite que um filme possa ser completamente gravado aqui e a equipa não ter que se deslocar a outros países e, por vezes, até a outros continentes para encontrar as condições ideais para o efeito.

Outro dos entusiastas do projecto é o actor Joaquim de Almeida, de quem partiu à cerca de 1 ano e meio a sugestão de se construir estúdios de cinema no concelho de Portimão. O projecto foi apresentado em Cannes, através de um filme protagonizado por Joaquim de Almeida e realizado por Matt Cimber.
Na sequência do trabalho desenvolvido, várias personalidades de renome cinematográficas internacionais estiveram presentes num dos encontros realizados a 31 de Julho no Autódromo Internacional do Algarve, com o objectivo de partilharem as suas ideias sobre o projecto. Estiveram presentes Waye, produtor dos últimos 11 filmes da saga “007 – James Bond”, o produtor associado e gestor financeiro Andrew Noakes, Richard McGuire, director artístico da trilogia “Pirata das Caraíbas”, Samford Hampton, produtor da série “Jag”, e o produtor e argumentista Matt Cimber, uma das mais influentes figuras de Hollywood, que falaram com o presidente da Câmara Municipal de Portimão, Manuel da Luz, sobre o projecto e o seu potencial.

Já existiu um novo encontro no passado dia 10 de Setembro de 2009, na sessão de encerramento do seminário “Starstalk Portimão – A Capital do Cinema em Portugal”, realizado no Auditório do TEMPO – Teatro Municipal de Portimão -, que voltou a receber uma centena de interessados em ouvir produtores e realizadores de nomeada internacional que confirmaram aquilo que tem sido dito: Portimão tem condições e está a apostar para ser o pólo principal da indústria do cinema em Portugal, numa parceria entre autarquia e privados para a criação de infra-estruturas de qualidade na área do cinema.

Na opinião de Waite, “tudo isto vai ter um extraordinário impacto na economia local, envolvendo muita gente a todos os níveis e, particularmente, estou bastante entusiasmado com essa perspectiva”. Uma ideia partilhada por McGuire: “Adorei todos os sítios que já vi e que são propostos para gravações, pois vocês têm tudo aqui, até um povo maravilhoso”.

Matt Cimber expressou a convicção que “os filmes irão movimentar muito pessoal técnico e auxiliar, garantindo emprego, directo e indirecto, a milhares de pessoas, muito mais do que se possa imaginar”.

“Uma aposta, consubstanciada num projecto feito com cautela, analisando a sua viabilidade económico-financeira e com o objectivo claro que proporcionar melhorias à região e ao país”, foi a mensagem deixada pelo presidente da autarquia, Manuel da Luz.

Está prevista a produção de 11 filmes com co-produção portuguesa, envolvendo um orçamento de 95,5 milhões de euros, dos quais 16,5 milhões são investimentos da produtora Bartholomeu Digital Cinema. No total os dois equipamentos representam 750 milhões de euros, 550 milhões para erguer o parque de diversões e 200 milhões para o complexo de produção cinematográfica.
Entre as longas-metragens a desenvolver até 2011 contam-se “Femina”, com a participação da actriz Sophia Loren e, “Mendes” inspirado na vida do português cônsul Aristides de Sousa Mendes, ambos com realização de Matt Cimber.

Existem ainda outras produções previstas, até mesmo com contratos já assinados, que vão desde o thriller à comédia, passando pela ficção científica.

Entre os realizadores estrangeiros envolvidos incluem-se David Bianchi, Larry Cohen, David Worth e Ron Sheldon.

Outra das novidades apresentadas é a realização de um grande festival internacional de cinema no areal da Praia da Rocha, durante 5 dias e 5 noites, que em princípio a 1ª edição decorrerá em Junho de 2011.

Anúncios