XV Gala dos Globos de Ouro

Ontem, dia 23 de Maio de 2010, realizou-se a XV Gala dos Globos de Ouro, com apoio da Sic e da Revista Caras, no Coliseu dos Recreios. Este evento visa premiar todos os que se destacaram no ano anterior, em diversas áreas, que vão desde as Artes ao Desporto, passando pela Moda, televisão, e claro cinema, entre outras. Lembrou-se o Raúl Solnado e homenageou-se Artur Agostinho com o Prémio de Mérito e Excelência, Daniela Ruah foi distinguida com o Prémio Revelação.

Na área de cinema foram distinguidos:

Melhor Actor

Rui Morrison

Melhor Actriz

Catarina Wallenstein

Melhor Filme

Amor de Perdição de Mário Barroso

Na categoria de Teatro foram distinguidos:

Melhor Actor

Virgílio Castelo

Melhor Actriz

Manuela Maria

Melhor Peça

O Camareiro de João Mota

Festival de Cannes 2010

Os vencedores do Festival de Cannes 2010 já são conhecidos. A Palma de Ouro de Melhor Filme foi entregue a “Uncle Boonmee Who Can Recall His Past Lives” de Apichatpong Weerasethakul (Tailândia), um filme que conta a história de um homem que decide passar os seus últimos dias na selva, onde lhe aparecem os fantasmas da sua esposa falecida e do seu filho desaparecido. “Des Hommes Et Des Dieux” de Xavier Beauvois (França) ganhou o Grand Prix (Grande Prémio), um galardão que equivale a uma segunda posição. O Grande Prémio do Júri foi entregue a “A Screaming Man” de Mahamat-Saleh Haroun. Javier Bardem (Biutiful), Elio Germano (La Nostra Vita) e Juliette Binoche (Certified Copy) ganharam os prémios relacionados com a interpretação. Os prémios da Competição Oficial foram entregues por um júri oficial que foi presidido por Tim Burton, um conhecido cineasta norte-americano, e composto por Kate Beckinsale, Giovanna Mezzogiorno, Alberto Barbera, Emmanuel Carrere, Benicio Del Toro, Victor Erice, Shekhar Kapur e Alexandre Desplat.

O Festival de Cannes de 2010 ficou marcado por inúmeras críticas à organização, críticas essas que foram efectuadas pelos jornalistas estrangeiros que consideraram que esta selecção oficial foi uma das mais fracas dos últimos tempos. “O Estranho Caso de Angélica” de Manoel de Oliveira também foi exibido durante este certame cinematográfico mas não conseguiu ganhar nenhum prémio, no entanto, mereceu elogios rasgados da esmagadora maioria dos especialistas que marcaram presença na sua exibição.

Competição Oficial

Palme d’Or (Longa-Metragem)

“Uncle Boonmee Who Can Recall His Past Lives” de Apichatpong Weerasethakul (Tailândia)

Grand Prix
“Des Hommes Et Des Dieux” de Xavier Beauvois (França)

Prix de la Mise en Scene – Melhor Realizador
Mathieu Amalric por “Tournée” (França)

Prix du Scenario – Melhor Argumento
“Poetry” de Lee Chang-Dong (Coreia do Sul)

Camera d’Or – Melhor Primeiro Filme
“Año Bisiesto” de Michael Rowe

Prix du Jury – Prémio do Júri
“A Screaming Man” de Mahamat-Saleh Haroun (França)

Melhor Interpretação Feminina
Juliette Binoche por “Certified Copy”

Melhor Interpretação Masculina
Javier Bardem por “Biutiful” e Elio Germano por “La Nostra Vita”

Palme d’Or (Curta-Metragem)
“Chienne d’Histoire” de Serge Avedikian

Competição Un Certain Regard

Prize of Un Certain Regard
“Ha Ha Ha” de Hong Sangsoo

Jury Prize
“Octubre” de Daniel Vega & Diego Veja

Special Prize
Adela Sanzhez, Eva Bianco e Victoria Rapos por “The Lips”

Queer Palm Award
“Kaboom” de Gregg Araki

Quinzena dos Realizadores

Art Cinema Award
“Pieds nus sur les limaces” de Fabienne Berthaud (França)

Prix SACD/SACD Prize
“Illégal” de Olivier Masset-Depasse (França)

Label Europa Cinemas
“Le Quattro Volte” de Michelangelo Frammartino (Italia)

PRIX SFR
“Cautare” de Ionut Piturescu (Roménia) e “Mary Last Seen” de Sean Durkin (EUA)

Semana Dos Críticos

Grand Prix Semaine de la Critique
“Armadillo” de Janus Metz

SACD Prize
“Bi, dung so!” de Phan Dang Di

ACID/CCAS Support
“Bi, dung so!” de Phan Dang Di

OFAJ (Very) Young Critic Award
“Sound of Noise” de Ola Simonsson & Johannes Stjaerne Nilsson

Canal+ Award – Melhor Curta-Metragem
“Berik” de Daniel Joseph Borgman

Kodak Discovery Award – Melhor Curta-Metragem
“Deeper Than Yesterday” de Ariel Kleiman

Prémios FIPRESCI

Cannes Competition

“Tournee” de Mathieu Amalric (França)

Un Certain Regard
“Pal Adrienn,” de Agnes Kocsis (Hungria)

Director’s Fortnight/Critics’ Week
“Todos vos sodes capitans” de Olivier Laxe (Espanha)

São Petersburgo recebe novo festival a partir de 2011

Ideia partiu de representantes de cinco grandes estúdios de Hollywood…

São Petersburgo vai receber um festival de cinema a partir do próximo ano. Este evento substitui um fórum internacional sobre a 7ª arte que a cidade russa acolhia anualmente.

«Representantes de cinco grandes estúdios de Hollywood, que estavam a participar no fórum, acharam interessante a criação de um festival internacional de cinema em São Petersburgo», afirmou o vice-governador da cidade e presidente da Comissão Organizadora do fórum, Alla Manilova, citado pelo site do «The Hollywood Reporter», .

Andrei Plakhov, director de programação do fórum, garantiu que o novo festival vai para além do cinema de guerra (que teve grande destaque no fórum deste ano), mas os detalhes ainda estão a ser trabalhados. O realizador Alexei German, presidente do fórum, ambiciona fazer deste evento uma alternativa ao Festival Internacional de Cinema de Moscovo.